Notícias Internacionais

Hakainde Sammy Hichilema, mais conhecido como HH, membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, foi declarado pelo Juíz Esau Chulu, presidente da Comissão Eleitoral da Zâmbia (ECZ), como o sétimo presidente legalmente eleito da República da Zâmbia.

Chulu declarou-o vencedor das eleições a 12 de Agosto de 2021, depois deste ter recebido 2,810,757 votos, ultrapassando o presidente incumbido Edgar Chagwa Lungu, que recebeu 1,814,201 votos. Um total de 4,858,193 votos foram lançados nesta eleição nacional.

A mensagem de Hichilema durante a campanha centrou-se na união do país, que tem 73 tribos e em renovar a claudicante economia da nação.

Ao nível da igreja, Hichilema e a sua esposa, Mutinta Shepande Hichilema, são membros batizados do Distrito da Missão de Chilanga  na Conferência da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Lusaka. Foram ambos investidos Líderes pelo departamento de Jovens da Igreja Adventista em Dezembro de 2020 por parte do diretor da Juventude da Conferência de Uniões do Sul da Zâmbia, Webster Silungwe, depois de um ano de formação.

De acordo com a agência de notícias Reuters, Hichilema, 59 anos, nasceu no sul da Zâmbia numa família de baixos rendimentos. Frequentou a Universidade da Zâmbia através de uma bolsa governamental e mais tarde estudou Gestão e Finanças na Universidade de Birmingham no Reino Unido. Hoje é um conhecido homem de negócios cujo portfólio inclui gestão imobiliária, de fazendas de gado e consultoria financeira.

Membros e líderes Adventistas em todo o mundo felicitaram Hichilema pela sua nova posição. “Isto é monumental e histórico,” escreveu o diretor associado do departamento de jovens Pako Mokwgane. “Continue a viver de acordo com os ideiais do seu pin de Líder.”

A membro de igreja, Joyce Motsoeneng, escreveu, “Parabéns! Que o Senhor seja sempre o seu líder. Que Ele lhe conceda favor, sabedoria como fez com Salomão. Que possa liderar com integridade no nome de Jesus Cristo. Que a nação da Zâmbia conheça Deus o criador dos céus e da terra através de si.”

“Deixe Deus liderar através de si,” acrescentou outro membro de igreja, Thucha Emeldah. “Não vai ser um caminho fácil, mas Deus ainda é Deus, e Ele vai guiá-lo e protegê-lo. Vamos mantê-lo nas nossas orações.” 

Durante a sua campanha, Hichilema pometeu promover a liberdade religiosa para todas as fés existentes na nação, acrescentando que não iria coagir ninguém a juntar-se à sua igreja, conforme foi alegado pelos seus oponentes políticos. 

Hichilema foi eleito na sua sexta tentativa de se candidatar ao posto de maior prestígio do país.

Dep. Comunicação UPASD