Notícias Nacionais

A Festa de Gratidão em Portimão foi uma iniciativa dos membros de expressão de Leste da  igreja Adventista do Sétimo Dia.

Com a participação dos membros de expressão portuguesa da mesma igreja, esta festa lembrou a Festa dos Tabernáculos, quando o povo de Israel levava os frutos da terra perante Deus.

Nos países da Europa de Leste a festa de gratidão acontece anualmente, no outono, quando se faz a recolha de tudo o que nasce da terra: frutas, legumes, leguminosas. Como sabemos, cada festa do povo judeu tinha um significado, cada evento do ano cerimonial significava algo, era uma mini-profecia. A última festa do ano, a Festa dos Tabernáculos, também conhecida como a Festa da Colheita, era a última festa do ano. Esta festa ocorria depois da Festa das Expiações (Yom Kipur). Sabemos que a realização do significado profético da Festa das Expiações está a ocorrer precisamente desde 1844.

Na Festa da Colheita em Portimão houve música cristã e a apresentação de temas sobre fé, religião e saúde. No final da Festa todos puderam degustar algumas frutas e, em especial, um grande cacho de uvas.

A ADRA encarregou-se de entregar alimentos para algumas famílias carenciadas que estiveram presentes. Esta Festa da Colheita foi realizada com o apoio da igreja de Portimão, da ADRA, do Banco Alimentar e da Câmara Municipal de Portimão.

Ad7news