Notícias Nacionais

Na noite de 29 para 30 de julho, a Igreja Adventista do Sétimo Dia perdeu o Pr. Teófilo Ferreira, um dos seus mais talentosos e influentes obreiros, em Portugal, no resto da Europa e no Mundo. Pastor, missionário, teólogo, professor e tradutor da Bíblia, a sua obra foi marcada pelo amor a Deus, à Palavra Inspirada e à Igreja Adventista do Sétimo Dia. Homem de grande profundidade de pensamento, estimulador de um pensamento autónomo perante o questionamento existencial bíblico, foi um professor que teve uma grande influência em pastores nos diversos países da Europa. Em Portugal, para além do seu breve contributo como Pastor de Igreja, a importância do seu trabalho deve-se, acima de tudo, à influência que teve na Sociedade Bíblica de Portugal, nas suas competências como tradutor da Bíblia e conhecedor da cultura do Velho testamento. Esta sua participação regular na SBP granjeou o respeito publicamente testemunhado pelos seus pares oriundos de múltiplas confissões religiosas, consolidado, assim, o reconhecimento académico e eclesiástico pela Igreja Adventista em relação à Bíblia, Palavra de Deus. O seu respeito pelos outros e pelas suas crenças, mesmo divergentes, é uma das características testemunhadas pelos seus companheiros teólogos de outras denominações. Amante da revelação das Escrituras, teve um papel importante no reconhecimento da autoridade dos escritos de Ellen White, principalmente nos países da Europa onde se sentia necessidade de afirmação do “Espírito de Profecia”. Pessoalmente, o Pr. Teófilo Ferreira, foi um amigo, um conselheiro e um motivador. Agradecemos a Deus pelo ministério deste seu filho. Esperamos a segunda vinda do nosso Senhor Jesus Cristo, para nos reencontrarmos com os nossos queridos e os nossos obreiros que “adormeceram no Senhor”. A UPASD transmite à irmã Odete, sua esposa, ao Paulo Ferreira, seu filho, à irmã Élia, sua filha, aos netos e netas e restantes familiares, as mais sinceras condolências e chora esta perda para a grande família da Igreja. 

“E ouvi uma voz do céu, que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, e as suas obras os seguem”. Apocalipse 14:13

António Amorim | Presidente da UPASD

BIOGRAFIA:

Nasceu a 4 de Setembro 1941, em Lisboa. Foi batizado 7 de Fevereiro de 1953, em Lisboa.

Partiu para Angola, como filho de missionário, com a idade de 14 anos. Aos 16 anos entrou em Helderberg College, na África do Sul, onde estudou Teologia e esteve muito envolvido no ministério da música. Voltou para Angola aos 21 anos, onde foi recrutado para a tropa, servindo como objetor de consciência. Durante esses anos foi voluntário na Publicadora em Nova Lisboa, Angola. Seguidamente foi chamado pela União Portuguesa como estagiário na Igreja Central de Lisboa. Foi professor do Curso Bíblico e tradutor para a Publicadora. Durante esse tempo, completou uma licenciatura em História na Universidade Clássica de Lisboa.

Casou com Odete Reis, em Maio de 1966. Nasceu o primeiro filho, Paulo Ruben, em Maio de 1967. Em 1968 voltou para Angola como missionário. Em 1969 foi enviado pela União Portuguesa a Collonges para terminar a licenciatura em Teologia. Em 1970 voltou para Portugal como Pastor da Igreja de General Roçadas. Em 1971, nasceu a filha, Élia Rute.

Em agosto 1974 recebeu o chamado para dirigir a Missão de Israel durante oito anos. Enquanto missionário, também estudou na Universidade Hebraica de Jerusalém, obtendo uma especialização em Língua Hebraica Antiga e Moderna e Arqueologia Bíblica. Durante esse período, abriu três escolas de línguas modernas, em Jerusalém, e um centro de saúde na cidade de Nazaré.

Em 1982, foi enviado pela Divisão para a Universidade de Andrews, para trabalhar no seu Doutoramento, tendo escolhido para tese a pesquisa sobre os manuscritos do Mar Morto. Em 1984 foi chamado como professor de Antigo Testamento para Collonges, onde permaneceu durante 11 anos. Em 1995 foi chamado pela Conferencia Geral como Diretor Associado do White Estate. Como parte dessa responsabilidade, apresentou seminários e palestras em muitos países do mundo. Nessa altura foi membro da Comissão da Escola Sabatina da CG e membro da Comissão Mundial de Educação Superior.

Depois de aposentado trabalhou na Federação Suisse-Romande e, mais tarde, como professor no Centro Universitário Adventista de Sagunto.

O Pr. Teófilo colaborou com a Sociedade Bíblica de Portugal ao longo de mais de 50 anos, tendo sido nomeado associado emérito. O seu saber e a sua influência marcaram projetos tão relevantes como  a tradução e revisão da tradução interconfessional em Português Corrente (“A Boa Nova” e depois chamada de  “BPT- a Bíblia para todos”); o “Novo Testamento em áudio”, como consultor; “Salmos Musicados” como consultor; consultor na revisão da Tradução de João Ferreira de Almeida; entre outros.

“O Pr. Teófilo ferreira, meu pai, foi um humilde servo de Deus que nunca procurou protagonismo e sempre foi agradecido pelas Suas bênçãos, nomeadamente a família, que sempre o secundou.”

Paulo Ferreira