Notícias Internacionais

SÉRIE DE CONSELHOS DE EMERGÊNCIA PARA O CORONAVÍRUS DO DEPARTAMENTO DE SAÚDE

Para além dos desafios económicos relacionados com os encerramentos, as questões mais importantes, para indivíduos e governos, hoje giram à volta da saúde e “a saúde das nações” é um tópico que está para durar.

Embora não saibamos quando é que a pandemia vai terminar, sabemos que vai durar, porque ainda há muito para compreender sobre ela e a forma como pode ser controlada ou erradicada. A extensão da pandemia Covid-19 é apenas uma de muitas perguntas em aberto. Outras serão:

-    Qual o número real de pessoas infetadas?

-    O virus é transmissível pelo ar?

-    As pessoas podem ficar re-infetadas?

-    Qual é o papel das crianças na cadeia de transmissão?

-    Como devem ser tratados os pacientes com Covid-19?

-    O virus vai sofrer mutações?

-    Etc.

Neste contexto de crise, incertezas, perguntas sem respostas, e ausência de um tratamento real para o Covid-19, existem, ainda assim, algumas certezas.

1. Saúde e Sistema imunitário

Nesta altura, para além das medidas de higiene e distanciamento social, o mais crítico para cada pessoa independentemente da sua idade ou historial médico, é fortalecer a sua saúde e sistema imunitário. Se houve um tempo, em que cada um deveria integrar na sua vida todos os elementos de um estilo de vida saudável, esse momento é agora!

Isto, não só é essencial no que diz respeito à pandemia mas também considerando os tempos em que vivemos uma vez que “O corpo é o único agente pelo qual a mente e a alma se desenvolvem para a edificação do caráter,” conforme afirmado por E.G.White, uma escritora Americana, há mais de um século.

Os hábitos saudáveis não vão garantir a ausência de infeção por Covid-19 mas uma melhor condição para a combater e um melhor estado de saúde global para enfrentar os tempos desafiantes que se nos afiguram no futuro.

Valérie Dufour, diretora do Departamento de Saúde da Divisão Inter Europeia dos Adventistas do Sétimo Dia, citando E.G. White, afirma: “Pedimos que Ele nos guarde da peste que anda na escuridão, que espreita com grande poder pelo mundo; cumpre-nos então cooperar com Deus, observando as leis da saúde e da vida. Havendo feito tudo quanto nos é possível, devemos continuar pedindo com fé saúde e força.”

2. Mensagem e Missão

A mensagem e a missão adventista não mudaram, só ganharam importância e sentido de urgência.  Mais do que nunca, as pessoas precisam de ajuda com a sua saúde física, mental, emocional, social e espiritual.

As doenças crónicas como a diabetes, hipertensão, doenças cardíacas, etc. continuam a ser bastante letais e estão também entre os principais fatores de risco no que se refere à severidade da infeção por Covid-19. “Enquanto igreja sabemos, há muito tempo, não só como prevenir, mas também melhorar ou reverter estes estados clínicos” diz Valérie Dufour.

Também devido ao Covid-19, as pessoas estão a experimentar mais stress, ansiedade, medo, tristeza e solidão. Para além do mais, a pandemia tem efeitos graves em pessoas com distúrbios do foro mental pré-existentes como a depressão, distúrbios de ansiedade ou dependências.

É por isto que, para além de fortalecermos a nossa saúde, esta crise é um chamado renovado e amplificado a cada um de nós, para que nos envolvamos, como Jesus fazia, em trazer saúde, facilitar a cura e partilhar esperança.

Na Newsletter dos Ministérios de Saúde Adventistas, vão encontrar muitos elementos para fortalecerem a vossa saúde e ministrar aos que estão à vossa volta como:

1.    Mantenham uma alimentação saudável
2.    Usem a água como um agente terapêutico
3.    Mexam-se, mexam-se, mexam-se
4.    Fortaleçam a vossa resiliência
5.    Mantenham os vossos fatores de risco nos valores mais baixos
6.    Mantenham a fé em tempos de provação
7.    Mantenham-se informados

HOPE Portugal | Valerie Dufour - Diretora do Dep. de Saúde na EUD