Notícias Internacionais

No dia 11 de Setembro, 2021, líderes da Divisão Ásia-Pacífico Norte (NSD), da Conferência de Uniões Coreana, da Conferência Coreana Central-Este e da Conferência Coreana Central-Oeste levaram a cabo um sábado especial de oração (Sabbath).

Líderes visitaram 17 igrejas Adventistas perto da Zona Coreana Desmilitarizada para pregarem a Palavra de Deus e fazerem sessões de oração, suplicando a Deus para abrir as portas ao evangelho na Coreia do Norte

A NSD estabeleceu recentemente o departamento para a Missão Coreia do Norte na sessão de meio do ano em Abril de 2021. No passado, tinha estado sob a tutela do Departamento Missão Adventista. Os líderes partilharam, no entanto, que um senso de urgência para espalhar o evangelho na Coreia do Norte justificava a decisão de criar um departamento separado com Beom Seok Oh nomeado como primeiro diretor da Missão Coreia do Norte.

Oh definiu três objetivos para implementar mais eficazmente o objetivo da Missão Coreia do Norte, descrita como 3M — definir um plano principal, formar missionários e preparar materiais. Primeiro, é crucial desenvolver planos detalhados a médio-longo prazo, disse ele. Segundo, existe o objetivo de formar pelo menos 1000 missionários e, finalmente, assegurar pelo menos 10 bilhões de won Coreanos (aproximadamente 9.8 milhões de Euros) em fundos. Depois de cumprirem estes objetivos, quando Deus abrir as portas, o plano inclui a implementação de 100 igrejas em simultâneo, disse ele.

“A chave para esta jornada é a oração, porque Deus é o único que pode conseguir uma tarefa tão assustadora,” disse Oh. “A Missão da Coreia do Norte tem planos para organizar nada menos que 1,000 grupos de oração por todo o território da NSD.”

Oh partilhou que o sábado especial de oração a 11 de Setembro permitiu aos líderes juntar os membros de igreja no apoio ao lançamento desta iniciativa. O president da NSD, Si Young Kim, visitou a Igreja Adventista de Wontong na Província de Gangwon, a apenas 30 quilómetros da fronteira com a Coreia do Norte. Cerca de 10 soldados Adventistas costumavam frequentar a igreja, mas como estão proibidos de o fazer por causa da COVID-19, estão a fazer cultos no seu acampamento.

Kim pregou um sermão com o título “O Deus que abre a porta” e realçou que Deus tem a autoridade para fazer precisamente isso. Disse que Deus abriu os olhos ao servo de Eliseu; abriu as portas do céu para fazer descer a chuva; e abriu a porta da morte para ressuscitar Lázaro.

“De cada vez, a intervenção de Deus envolveu a oração de alguém” disse Kim. Relembrou aos membros que no livro de Atos, Deus abriu as portas para a evangelização dos Gentios. Nesse mesmo espírito de solenidade, Kim encorajou os membros de igreja a orarem intencionalmente a Deus para que Ele abra as portas na Coreia do Norte.

Depois, ele e os membros da igreja foram para o Observatório de Unificação de Goseong, que tem vista para os campos e montanhas de floresta da Coreia do Norte. “Embora só se tenham juntado uns poucos devido ao limite de capacidade, o tempo foi útil para orarem juntos depois de vislumbrarem a zona de campo da Coreia do Norte,” disse Oh. Os líderes também visitaram a Igreja Adventista Costeira de Yanggu, que é liderada por um membro leigo e fica a apenas 2 quilómetros da Coreia do Norte. A igreja fica localizada num Punchbowl — o nome dado a uma bacia em forma de tigela usada pelas forças das Nações Unidas por altura da guerra das Coreias. A guerra ceifou as vidas de mais de 10,000 soldados naquela área.

Pouco antes do lançamento da iniciativa planeada para 11 de Setembro, as autoridades locais deram conta de um surto de COVID-19 em Yanggu. Uma vez que o governo restringiu ajuntamentos, os membros de igreja reuniram-se no armazém de maçãs de um líder leigo da igreja local, Sung Tae Kim. Embora observando os protocolos de distanciamento social, todos se sentaram em caixas de maçãs e oraram para que Deus abrisse as portas para espalharem a mensagem do evangelho na Coreia do Norte. “Mal pensava na Coreia do Norte antes, embora viva tão perto” disse Kim, “mas agora reconheço, neste Sábado especial, o quão importante é orar.”

O Diretor da Missão Adventista NSD, Yo Han Kim, visitou a Igreja Adventista de Wooncheon. Kim disse que tem orado continuamente pelas missões de todo o mundo, incluindo a da Coreia do Norte. “Contudo, ter este Sábado especial, instou comigo a dar-lhe mais peso,” disse Kim. “Estou determinado a orar fielmente [para podermos] evangelizar aquele país.”

“Os líderes da igreja Adventista têm dado um exemplo importante através da oração sobre o seu desejo de ver a abertura da Coreia do Norte, disse Oh. “Ansiamos ver o grupo de oração espalhar-se por todas as nações e membros de igreja do território da NSD.”

Dep. de Comunicações UPASD | Notícias EUD