Notícias Nacionais

Aconteceu numa tarde do santo dia de Sábado, a 18 de Novembro do ano de 2017, prestes a chegar ao seu termo.

Os ponteiros do relógio marcavam as 16 horas e 15 minutos.  Aos acordes do Hino “Nós somos os Desbravadores” seguimos, com olhar atento, a entrada na sala de culto desde as nossas pequeninas crianças até aos jovens mais adultos, garbosos nas fardas que envergavam.

Não era difícil perceber que estavam compenetrados na cerimónia que lhes pertencia e que, para eles, era mais um marco importante nas suas vidas na Igreja.

Vinham acompanhados pelos seus guias e mentores espirituais, cujo trabalho a favor de todos eles resultou até ao momento numa messe de positivos resultados durante o ano eclesiástico. A dedicação e os permanentes cuidados sobre aqueles corações em crescimento espiritual foram orientados, semana após semana, no sentido de que não houvesse qualquer mancha de tristeza ou mágoa até agora. Faz-nos recordar com saudade os tempos distantes dos filhos e filhas - alguns já pais e mães - e que não destaco por recear faltar algum nome. Estão, no entanto, numa das “prateleiras” do nosso coração!

O Pr. Paulo Neves, que teve a honra de presidir à Cerimónia das Investiduras, destacou na sua intervenção espiritual a importância dos Desbravadores e a liderança que devem adquirir com firmeza de coração nestes tempos difíceis que tanto provocam e ameaçam a juventude da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Na sua qualidade de Ministro de Culto, trouxe perante a assistência presente, constituída por familiares, amigos, e visitas que também nos honraram, nomes de algumas personagens do Velho Testamento, nomeadamente o do rei Josias, um modelo de referência de valores religiosos e morais que continuam vivos até aos dias de hoje para inspiração da nossa juventude. Lembrou a nobre infância daquele bom monarca, oferecendo-nos a imagem bíblica do florescimento de um verdadeiro tição, desbravador, companheiro e sénior corajoso, fiel ao Senhor e ao Seu povo, de espírito intercessor e reformador. Convidou-nos a acompanhá-lo na leitura da inspirada narrativa de II Crónicas, capítulo 34:1-4, a fim de nos fazer sentir que, com o Espírito de Cristo, o Espírito Santo, as nossas vidas são convidadas a fazer o bem para Sua honra, da Sua palavra e da Sua Igreja.

A Cerimónia em apreço, no que conferiria à substituição e colocação de novos lenços, à atribuição de insígnias e entrega de emblemas respeitantes às diversas especialidades e disciplinas, com certeza que ficará no coração de todos os intervenientes como mais uma recordação de vivas emoções. Foram momentos muito queridos, muito amistosos, aqueles que os Desbravadores, dos pequeninos aos mais adultos, experimentaram nas suas vidas como “filhos e filhas do Senhor". Nos rostos dos familiares mais diretos (pais e avós), estava espelhada a serena alegria por verem estes seus queridos, “sangue do seu sangue”, a crescerem sob o olhar atento e protetor do nosso amado Salvador. 

Toda a Direção de Jovens, desde a mais humilde intervenção até à de maior sentido de responsabilidade, e todos nós afinal, como membros da Igreja que “observa a verdade”, nos devemos sentir cada vez mais firmes na fé“… que um dia foi dada aos santos”.

Desejamos que o Espírito de Deus, nosso Guia e fiel Consolador, continue a animar e a fortalecer as almas e os corações de todos os nossos queridos, crianças e Jovens, até ao dia da manifestação gloriosa e triunfante de Jesus, nosso Senhor e Rei. Maranata!

HOPE Portugal | Carlos Santos - Dep. Comunicação IASD Coimbra